idoso-calculadora

DIFICULDADES DE CONSEGUIR A APOSENTADORIA?

Chega um tempo que começamos a contar os dias que faltam para, enfim, requerermos a nossa tão sonhada aposentadoria! Que dia memorável. Nem tanto para alguns, é verdade. Já que, muitas vezes, trabalharam por anos e anos, e no final, o valor do benefício não era o imaginado.

Enfim, quando chega o tão esperado dia para dar entrada no requerimento. Prepara todos os documentos necessários, comparece a agência, e, assim encaminha o seu pedido de aposentadoria. Nos tempos atuais, nem precisa ir até a agência, podendo tudo ser feito pelo Portal MEU INSS. Novos tempos.

Após o requerimento, com seu número de protocolo em mãos, você fica se perguntando, será que vai demorar muito?

Deve-se ter em mente que, quanto mais completa as informações, por meio dos documentos que comprovam o seu tempo de contribuição/serviço, preenchendo os requisitos do benefício requerido, é um baita começo promissor.

Pela Lei, o INSS tem 45 dias para dizer se você tem ou não direito ao benefício requerido. Mas, hoje, pela demanda de pedidos junto ao órgão previdenciário, isso pode demorar, e, muito, muito tempo.

Nesse sentido, como dito anteriormente, deve-se dar o máximo de atenção a documentação necessária ao requerer o seu benefício.

Destaca-se, entre os documentos essenciais, podemos citar: RG/CPF, comprovante de residência atual, certidão de casamento/nascimento, a carteira de trabalho, declarações, certidão de tempo de serviço (se trabalhou em algum órgão público), laudos técnicos, Perfil Profissiográfico Previdenciário – PPP, testemunhas, entre outros.

Hoje, com o acesso ao Meu INSS, tornou-se mais fácil ter acesso ao CNIS – Cadastro Nacional de Informações Sociais, documento este, onde consta os vínculos e contribuições do segurado, permitindo uma análise, antes mesmo de entrar com o requerimento junto ao órgão previdenciário.

Neste caso, se houver algum erro nesses vínculos, você poderá requerer a correção, para evitar algum equívoco no futuro.

Por isso, recomenda-se ter em mãos o CNIS, para fazer essa análise. Com isso, o segurado pode fazer uma simulação, verificando quanto tempo de contribuição possui, inclusive, se está inserido em alguma regra de transição da Reforma da Previdência.

Isso tudo pelo Portal do MEU INSS. Dessa forma, através dessa análise prévia, você poderá ter uma dimensão de qual benefício poderá ser pleiteado, se preencher todos os requisitos exigidos; se falta alguma documentação; detalhes que fazem toda a diferença, pois, irão influenciar diretamente no tempo de demora ou não para a concessão do benefício.

A partir dessa documentação será feita a análise do requerimento, contabilizando os períodos de contribuição/serviço, verificando o preenchimento dos requisitos insculpidos na Lei, para assim, conceder ou não a tão sonhada aposentadoria.

Nesse diapasão, devido as dúvidas com a recente Reforma da Previdência, oportuno, antes de dar entrada no seu requerimento de aposentadoria ou qualquer outro benefício, procurar um profissional especialista. Assim, ele poderá auxiliá-lo acerca da documentação necessária, bem como uma simulação do seu benefício, garantindo mais segurança no seu requerimento administrativo junto ao INSS.

Ficou com alguma dúvida? Deixe o seu comentário neste posto ou converse com os nossos especialistas pelo Whatsapp, será um prazer orientá-lo!

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *